sábado, 25 de agosto de 2012

SEGUNDO ANIVERSÁRIO DO BLOG


Capítulo II - As viagens da minha vida ou a minha vida através das viagens


O Viagem com a Flora fez dois anos no mês passado, exatamente no dia 07 de Julho, comemorado do jeito que mais gosto: viajando. Desta vez com a Nani por dois dos parques nacionais americanos: o Grand Teton e o Yellowstone.


Continuo não muito dedicada a ele neste segundo ano: só mais 4 posts. Mesmo assim, teve a honra de receber 6500 visitas nestes 2 anos de vida. Foi também citado no Viagem na Viagem do Riq Freire neste post sobre a Rússia e no Domingão deTwitadas sobre a Turquia do Diário de Mochileiro. Desta vez não vou prometer ser mais assídua, mas escrever sempre que alguma saudade de viagem aparecer.

E como adoro comemorar aniversários, tirei do baú de recordações viageiras mais um pensamento e o Capítulo II do meu “ A Woman´s Travel Journal” (clique aqui se quiser saber a estória dele):

“ I craved to go beyond the garden gate, to follow the road that passed it by, and to set out for the Unknow… I dreamed of the hills, immense desert steppes and impassable landscapes of glaciers! ”- Alexandra David-Neel (1868-1969) French travel writer

Assim como a jovem e inquieta autora do pensamento acima (que viveu 101 anos viajando pelo mundo), eu também sonhava em atravessar o portão e sair por ai... além do eixo São Carlos-Borborema (e viver 101 anos viajando, é claro!).
Meu grande sonho era ir para a Europa, conhecer os lugares que via nas apresentações de slides do tio Miro e das amigas das minhas tias. Mas... este sonho só foi realizado muito tempo depois, quando já tinha 40 anos (Áustria, Alemanha e Hungria acompanhando o marido a um congresso). E ai, ninguém mais me segurou...


Consegui fazer minhas duas primeiras viagens turísticas aos 18 e 21 anos, ambas em companhia da Tia Dinha, outra figura da minha vida que adorava viajar e que rodou um bocado por este Brasil e pela Europa.

A primeira delas, em 1968, foi para o Sul do Brasil. E não foi excursão não... Alugamos um perua Kombi com motorista (o Seu Mingão) e lá fomos nós, 7 mulheres por este Brasil a fora. Minhas companheiras de viagem eram conhecidas da tia Dinha e  nunca mais as encontrei. As fotos foram garimpadas do meu álbum de infância/juventude. Eu era a mais novinha...



Fomos pelo centro e voltamos pelo litoral. Passamos por Curitiba e pelo Parque Estadual de Vila Velha, criado 2 anos antes, em 1966...


Atravessamos o Rio Pelotas na divisa dos estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul.



Visitamos uma vinícola caseira dos Padres Passionistas em Forqueta, perto de Caxias do Sul. Fui muitas vezes comprar vinho deles no Convento de São Carlos para minha avó Antonieta. O gosto pelo vinho tem DNA... numa época em que não era moda tomar vinho e visitar vinícolas.










Gramado e Canela não faltaram no roteiro, ...











... e as atrações turísticas de Porto Alegre registradas no meu album foram a ponte levadiça sobre o Rio Guaíba (Ponte Getúlio Vargas) e o Cemitério Vertical São Miguel e Almas.









Na Lagoa da Conceição em Florianópolis entrei pela primeira vez no mar e comi meu primeiro rodízio de camarão. Ambos inesquecíveis, mesmo mais de 40 anos depois.


                                                                                                        
A segunda das minhas viagens turísticas foi em Fevereiro de 1971, para Foz do Iguaçu. Nesta fomos de excursão em ônibus leito pela Transatlantica Turismo (acho que não existe mais). Tenho uma única foto tirada por um fotógrafo com uma polaroid, revelada e comprada na hora. Minha primeira máquina fotográfica só foi comprada alguns anos depois.


Ficaram nas lembranças a imponência das cataratas, o respingo da agua no rosto e a euforia de pisar em 2 países fora do Brasil. Foi só uma visita às Cataratas do lado Argentino e umas comprinhas nas ruas esburacadas de Ciudad del Este no Paraguai, mas eram os dois primeiros países estrangeiros onde eu carimbava meu passaporte, ops... colocava meus pés.
É..., está na hora de voltar, para chegar de barco bem pertinho das cataratas...


A tia Dinha viajou muito na sua vida. Comigo, com as irmãs, amigas, sozinha, com as netas (minhas filhas). Era frequentadora assídua da nossa casa na Boracéia. Adorava o marzão de lá. A última viagem que fizemos juntas foi um réveillon familiar em Águas de Lindoia. Fez escola: três gerações com rodinhas nos pés...











Posts relacionados:

Desta vez vamos, o nascimento do Viaje com a Flora

18 comentários:

  1. Parabéns pelos 2 anos, Flora! E que venham muitos mais anos de posts - porque viagens, com certeza, né? :))))

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns! Que venham muitos mais. Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Felicidades e q venham muitas viagens a serem narradas para os amantes do mundo. Parabens...
    Paula
    Www.mochilinhagaucha.com.br
    ...

    ResponderExcluir
  4. Bárbaro o post comemorativo, Flora! Parabéns pelos dois anos de blog, e que venham muitos mais... Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Respostas
    1. Obrigada Oscar. As fotos antigas não são de minha autoria. Que eu me lembre foram reveladas com os negativos da amigas da minha tia. A Gabi me deu umas dicas de photoshop para eu dar uma melhoradinha. Estou acompanhando os preparativos e despedidas para a mudança de voces. Um grande abraço.

      Excluir
  6. Parabéns, Flora! E que muitas mais viagens venham.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Lu. Que venham mesmo muitas viagens. Por falar nelas, já separei todas as suas dicas para a próxima, a Toscana. Na volta passo lá no seu blog para contar como foi. Bjs

      Excluir
  7. Parabéns pelo aniversário do blog e pelo belo relato do início da vida de viajante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Carmem. Sua visita é sempre um prazer por aqui.

      Excluir
  8. Oi Flora, parabéns pelos dois anos do blog! E que delícia este post com sua história viageira!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Pedro,
      Muito obrigada pela visita. Viajar é uma das minhas paixões e escrever sobre elas é como viajar tudo de novo. Um grande abraço

      Excluir
  9. Olá! terminamos a TRANSIBERIANA, de St Petersburg para Vladivostok em 3 meses (e aproveitamos + 1 mês na Mongólia); total = 4 meses. Acabamos de sair de Vlad e seguimos agora para a Coréia do Sul - vi que pensa em fazer a Transib - se quiser dicas e preços, está em nosso site, o www.familiademochila.com.br Abraços! Luiz Aragão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luiz,
      Obrigada pela visita e dicas. Já fui lá ver seus relatos sobre a Transiberiana. É sonho antigo, um dia vou. Bela viagem a sua em família.
      Abs
      Flora

      Excluir